O que é desnutrição - perguntas frequentes - CREN
Combate à desnutrição: tire suas dúvidas sobre o trabalho do CREN, a sustentabilidade financeira e como você pode colaborar.
combate à desnutrição
18740
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-18740,page-child,parent-pageid-13383,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-7.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive
 

O que é desnutrição – perguntas frequentes

O que é desnutrição

Tire suas dúvidas sobre o que é desnutrição, o trabalho do CREN, a sustentabilidade financeira e como você pode colaborar.

Desnutrição ou má-nutrição é uma condição nutricional desequilibrada, resultante de uma alimentação inadequada em quantidade e qualidade. Há duas formas sobre o que é desnutrição primária: a subnutrição e a obesidade. O termo desnutrição, porém, tem sido utilizado por décadas como sinônimo de subnutrição. Hoje, têm crescido evidências de que a obesidade pode ocorrer como consequência da subnutrição no início da vida.

Um terço da população do mundo está com desnutrição. 800 milhões dessas pessoas estão subnutridas e dois bilhões estão obesas ou com excesso de peso. (FAO/ ONU)

No Brasil, existem 118 de pessoas têm desnutrição: 5,2 milhões estão subnutridas (FAO/ONU) e 112 milhões com excesso de peso ou obesidade (Ministério da Saúde).

O que é desnutrição

Desses brasileiros desnutridos, 20 milhões são crianças, sendo que:

  • Um terço das crianças brasileiras de cinco a nove anos está acima do peso.
  • 1,1 milhão de crianças brasileiras sofrem de subnutrição com baixa estatura.

As consequências para a vida adulta são irreparáveis.

Por conta da má alimentação, e consequentemente da má-nutrição, pela primeira vez na história da humanidade, as crianças podem viver menos que seus pais.

Desnutrição – consequências

Se não houver o devido tratamento da desnutrição na infância, ela pode tirar até 19 anos de vida saudável. Doenças crônicas tais como diabetes, hipertensão ou cardiopatias podem diminuir a expectativa de vida em até 8 anos a menos. (Lancet, 2014).

Essa má condição de saúde incide diretamente sobre a capacidade de aprendizado e de desempenho no trabalho. Tais cenários resultam em uma economia familiar empobrecidas, perpetuando o ciclo vicioso desnutrição-pobreza-desnutrição. (MGI, 2014; Sawaya, 2008).

O tratamento de recuperação nutricional no CREN – Centro de Recuperação Nutricional prevê aprendizagens não só para o paciente. Também a família participa, em um percurso de resgate da dignidade dessas pessoas sócio vulneráveis.

O modelo de abordagem psicossocial é interdisciplinar (com pedagogo, educador físico, nutricionista, pediatra, psicólogo). O foco de atuação está no protagonismo da pessoa, a família é convidada a reconhecer seus desafios e trabalhar junto com o CREN pelas superações.

Método CREN

As oficinas nutricionais com os pacientes, com os pais, os atendimentos para familiares, as visitas domiciliares (além do tratamento objetivo do paciente) são ferramentas para essa jornada.

Dessa forma, os atendimentos do CREN não se resumem aos números objetivos de cada paciente. A missão é alcançar o grupo familiar e a rede social primária do paciente, que é diretamente impactada pelo tratamento no CREN.

O CREN – Centro de Recuperação e Educação Nutricional é uma associação privada, sem fins econômicos ou lucrativos. Trata-se de um centro de referência sustentável no diagnóstico, tratamento, pesquisa e ensino relativo à desnutrição (subnutrição e obesidade) infanto-juvenil. O foco de atuação é a população socioeconomicamente vulnerável.

Centro de referência

O CREN é o centro de referência para desnutrição da Prefeitura de São Paulo. Além da assistência, a ONG desenvolve pesquisa de ponta, com a publicação de livros, manuais e artigos científicos.

O trabalho do CREN, que dura 24 anos, pode ser traduzido nos seguintes números:

  • 144 mil crianças e adolescentes atendidos
  • 306 mil atendimentos
  • 35 mil profissionais e pais capacitados
  • 987 atendimentos domiciliares
  • 1 milhão e 632 mil de refeições servidas
  • 3,8 milhões de pessoas beneficiadas indiretamente

A forma mais efetiva de colaboração é por meio da doação de recursos financeiros. Mas você também pode ser voluntário ou desenvolver parcerias com o CREN.

Os recursos doados servem para o CREN alcançar mais crianças e jovens no combate à desnutrição:

  • Aumento do atendimento de pacientes do CREN;
  • Qualificação dos serviços;
  • Novos projetos dentro das comunidades;
  • Desenvolvimento de novas metodologias para a recuperação nutricional infanto-juvenil.

O CREN é uma das instituições contempladas com o selo ONG Transparente . Preenchemos os 10 critérios de avaliação do Instituto Doar – instituição referência para a cultura de doação. Tal certificação tem como objetivo atestar a transparência de informações através da web. Isso proporciona maior grau de confiança para parceiros do CREN no combate à desnutrição.

Doar para o CREN é simples, seguro e rápido. Basta clicar aqui e seguir os passos: http://www.cren.org.br/dia-de-doar/

Li as perguntas frequentes, mas ainda estou com dúvidas. Escreva para a gente: comunicacao@cren.org.br