Experiências de políticas em alimentação e nutrição - CREN
16577
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-16577,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-7.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive

Experiências de políticas em alimentação e nutrição

01-artigoMedidas para o enfrentamento da fome e da desnutrição vêm sendo associadas a ações de prevenção dos efeitos da má nutrição, especialmente a obesidade e outras doenças crônicas, dado o aumento da sua prevalência. Esse quadro epidemiológico complexo exige a concepção de projetos estruturantes de médio e longo prazos ao lado de ações imediatas e criativas, para resposta a situações emergenciais quando da falta de alimentação. Entre as propostas nascidas no setor público, no setor produtivo, em universidades e em organizações da sociedade civil, observa-se elevado grau de insucesso, a despeito da seriedade dos proponentes, levando à sua interrupção, com efeitos danosos para ambas as partes.

Este artigo contém o relato de experiências de êxito, com elementos para a análise dos principais problemas comuns às políticas na área de alimentação e nutrição e formas de superação, e é o resultado do trabalho de pesquisadores, gestores públicos e técnicos que se reuniram em oficina interdisciplinar promovida pelo Grupo de Estudos Nutrição e Pobreza do IEA em 2005, cujo objetivo foi fornecer subsídios para o aprimoramento de políticas públicas na área.

 

 

 

Experiências de políticas em alimentação e nutrição

PALAVRAS-CHAVE: Políticas de alimentação, Fome, Desnutrição, Abordagem interdisciplinar.

AUTORES: Semíramis Martins Álvares Domene; Rosana Rodrigues Lemes Ota; Eduardo Augusto Fernandes Nilson; Miriam Izabel Simões Ollertz; Tereza Toshiko Watanabe; Paulo Rogério Gallo

ANO: 2007

 

PREENCHA O FORMULÁRIO E RECEBA O LINK PARA DOWNLOAD: