Janeiro Feliz agita o CREN com brincadeiras e gincanas
17990
post-template-default,single,single-post,postid-17990,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-7.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive

Janeiro Feliz agita o CREN com brincadeiras e gincanas

16 jan Janeiro Feliz agita o CREN com brincadeiras e gincanas

As crianças e os adolescentes atendidos pelo CREN no ambulatório têm mais um motivo para não ficar em casa durante as férias escolares, isso porque as unidades de Vila Jacuí e Vila Mariana prepararam uma programação com diversas atividades ao ar livre durante o mês de janeiro.

As atividades, que fazem parte do programa Janeiro Feliz, acontecem todos os dias da semana. Na Vila Jacuí, os grupos são no período da tarde, das 14h às 16h, as segundas, quintas e sextas-feiras do mês. Enquanto na Vila Mariana as atividades são das 9h às 11h nas terças e quartas-feiras.

Atividades

As brincadeiras e gincanas desenvolvidas são ministradas pela equipe multiprofissional do CREN, que conta com a participação de profissionais das áreas de educação física, nutrição e psicologia. Durante as duas semanas do Janeiro Feliz, cerca de 200 pacientes já participaram das atividades que envolveram práticas esportivas (futebol, vôlei e handebol), brincadeiras com bola, peteca, e gincanas de esportes adaptados como o vôlei com colchonetes.

Nem a chuva impediu a realização das atividades, que foram transferidas para as áreas internas das unidades. E não faltou espaço para os grupos que se divertiram com danças, tênis de mesa e pebolim.

Janeiro Feliz

O programa de férias no CREN, Janeiro Feliz, começou em 2017 com objetivo de promover atividades de recreação e lazer para os pacientes a partir dos 7 anos de idade. A iniciativa deu tão certo que este ano a unidade da Vila Mariana também implementou o programa no mês de férias.

Para o educador físico do CREN, Caio Dervage, o Janeiro Feliz além de estimular o convívio entre as crianças e os adolescentes também é importante para o tratamento da desnutrição. “A prática de atividades recreativas auxilia na diminuição do tempo de tela, ou seja, quanto mais os pacientes estão brincando menos eles permanecem na frente de smartphone, televisão, computador, notebook e tablet”.

Tempo de Tela

A exposição excessiva a telas durante o dia é uma grande preocupação durante o tratamento no CREN. Tanto que alguns pacientes são orientados a reduzir o tempo de tela para no máximo duas horas por dia, seguindo uma recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS).