EMPREENDEDORES DA REDE ASHOKA FAZEM IMERSÃO NO CREN - CREN
Um grupo de empresários, empreendedores sociais e investidores vivenciou uma imersão no CREN da Vila Mariana como parte da Ashoka Support Network (ASN) Summit 2016, encontro global que este ano aconteceu no Rio de Janeiro e em São Paulo entre os dias 14 e 17 de junho.
15883
single,single-post,postid-15883,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-7.5,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2,vc_responsive

EMPREENDEDORES DA REDE ASHOKA FAZEM IMERSÃO NO CREN

DSC_0171_peq

18 jun EMPREENDEDORES DA REDE ASHOKA FAZEM IMERSÃO NO CREN

Um grupo de empresários, empreendedores sociais e investidores vivenciou uma imersão no CREN da Vila Mariana como parte da Ashoka Support Network (ASN) Summit 2016, encontro global que este ano aconteceu no Rio de Janeiro e em São Paulo entre os dias 14 e 17 de junho.

Na primeira edição latino-americana do evento bienal, os participantes e membros da Ashoka se dedicaram a uma “Jornada Transformadora” e interagiram in loco com o trabalho dos empreendedores sociais da Ashoka no Brasil.

Durante a visita ao CREN, o grupo teve a oportunidade de vivenciar as atividades e metodologias para a recuperação e educação nutricional.  Eles acompanharam consultas nutricionais, visitaram famílias atendidas no ambulatório, participaram de atividades com as crianças e assistiram à avaliação antropométrica em um equipamento público.

Trabalho conjunto

Ao final das visitas, todos compartilharam as experiências vividas. Ana Bessa, do British Council Rio, relatou a percepção de que a sociedade em geral tem uma “noção falsa de nutrição”, referindo-se ao fato de que muitos não sabem que obesos também são malnutridos.

A diretora clínica do CREN, Maria Paula Albuquerque, ressaltou a importância do engajamento de toda a família e comunidade para que as mudanças alimentares e nutricionais aconteçam. “Educação nutricional não é uma transmissão vertical de saberes [por parte dos profissionais], mas sim uma soma de saberes, como diria o educador Paulo Freire. Ou seja, se é jabá (carne-seca) que a família está habituada a comer, é com jabá dentro da rotina alimentar que vamos fazer a recuperação nutricional, e não tirando-o do cardápio. ”

Gisela Solymos, gerente-geral do CREN e membro da rede Ashoka, reforçou a questão multifatorial da educação nutricional. “A exclusão social cria um senso de incapacidade nas pessoas, que implica em uma situação de inabilidade das famílias para lidarem com pequenos desafios. Então, nós trabalhamos para romper essa barreira e resgatar o protagonismo dessas pessoas. ”

Rede de apoio

A ASN é uma comunidade global de líderes de todos os setores que veem o empreendedorismo como prioridade para a economia e o desenvolvimento social. A rede conta com mais de 350 membros em mais de 20 países, que compartilham habilidades, recursos e redes para potencializar o trabalho de transformação social.